Filipinas recuperam 4,6 milhões de dólares furtados ao Banco Central do Bangladesh

O dinheiro faz parte dos 81 milhões de dólares que, a 05 de fevereiro, piratas informáticos desviaram da conta da entidade reguladora do Bangladesh na Reserva Federal dos Estados Unidos para um banco filipino antes de os investirem em salas de jogo.

A verba foi devolvida hoje, em dinheiro, à autoridade filipina contra a lavagem de dinheiro (AMLC) por representantes de Kim Wong, um operador de salas de jogo VIP sob investigação depois de parte da quantia furtada ter sido localizada na sua conta bancária.

"Hoje, o senhor Kim Wong cumpriu a sua promessa ao Comité do Senado de devolver os 4,6 milhões de dólares do seu casino à AMLC para seu posterior envio para o Banco Central do Bangladesh", disse o seu assessor jurídico, Inocencio Ferrer, citado pela televisão ABS-CBN.

Kim Wong ofereceu-se para devolver outros nove milhões de dólares que cobrou como pagamento pelas perdas no casino acumuladas por um dos dois operadores de jogo VIP (`junket`) e jogadores da China e de Macau que estariam alegadamente por detrás da operação de lavagem de dinheiro.

Ambos (Gao Shuhua, um residente de Pequim, e Ding Zhize, de Macau) foram identificados pelo operador como os cérebros do embuste durante uma declaração, esta semana, proferida diante de uma comissão do Senado das Filipinas.

Kim Wong também afirmou que outros 17 milhões de dólares estariam depositados numa empresa de remessas, o que foi negado pela direção da companhia em causa.

No início de fevereiro, piratas informáticos furtaram 81 milhões de dólares das reservas estrangeiras do país, um ciberataque que embaraçou o Executivo do Bangladesh e que levou à demissão do governador do banco central, Atiur Rahman.

Os `hackers` bombardearam o banco de Nova Iorque com dezenas de pedidos de transferências e aparentavam estar a tentar explorar falhas na comunicação entre os bancos ao fim de semana.

O roubo informático ocorreu a uma sexta-feira, dia em que o Banco do Bangladesh se encontra fechado, enquanto a Reserva Federal encerra ao sábado e ao domingo.

Os `hackers` terão tentado roubar mais 850 milhões de dólares, mas os sistemas de segurança do banco e os erros na digitação em alguns dos pedidos de transferência impediram prejuízos maiores.

A verba efetivamente furtada foi então transferida eletronicamente para contas nas Filipinas.

Related posts